Rio Branco, Acre,





Polícia diz que homem envolvido em decapitação é “psicopata que atrai vítimas para tortura”


O homicídio, de acordo secretário de Segurança, foi movido por perversão, com requinte de crueldade

REDAÇÃO CONTILNET

O secretário de Segurança Pública do Estado, Paulo Cezar Rocha, disse em coletiva de imprensa sobre a morte de um jovem que foi decapitado em Rio Branco, nesta terça-feira (21), que o principal envolvido no crime é um “psicopata que atrai pessoas para tortura”.

Arles Kevin de Oliveira Almeida/Foto: Reprodução

A vítima, de acordo com a investigação, foi levada para o local onde foi decapitada após ser atraída pela “namorada”, a jovem Adriana Silveira – influenciada por Arles Kevin de Oliveira.

Leia também: Quatro são presos por decapitação; vítima não era envolvida com facção, diz polícia

“A vítima foi atraída para o bairro a partir de uma namorada. Levaram para uma região próximo ao rio,o mantiveram em cárcere, decapitaram e o lançaram no rio. Estamos à procura do corpo”, declarou o secretário.

O homicídio, de acordo com Paulo Cezar, foi movido por perversão, com requinte de crueldade.

“Ele já participou de outros crimes na capital. É um psicopata que leva as vítimas para o local do crime, tortura e mata”, disse.

SAIBA MAIS: Vídeo mostra homem anunciando saída de facção criminosa e sendo degolado no Acre

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também