Rio Branco, Acre,





N Lima diz que acadêmicos da Ufac estão sendo usados por membros do PCdoB e PT


Ele relatou que não participou do movimento contra os cortes da educação, por entender que no ato estavam apenas “comunistas”

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O vereador de Rio Branco N Lima (PSL) concedeu uma entrevista exclusiva ao ContilNet nesta quinta-feira (17) para falar sobre a polêmica declaração proferida na tribuna da Câmara Municipal de Rio Branco, na última quarta-feira, onde ele teria dito que “havia plantações de maconha nas universidades”.

Alguns estudantes da Universidade Federal do Acre (Ufac) se manifestaram contra a fala do vereador e alguns afirmaram que vão entrar com um processo contra a fala do militar.

Em sua defesa, Lima destacou que em nenhum momento disse que a plantação de droga existe na Ufac, mas sim, na Universidade de Brasília. “Eu coloquei o vídeo lá na Câmara e disse que a faculdade era de Brasília. Não tem nada na taquigrafia relacionado ao Acre, bem como não falei de professores do Estado, mas sim, dos reitores que estão sendo condenados por corrupção e desvio de dinheiro público”, declarou.

Vereador N Lima/Foto: Reprodução

Ele relatou que não participou do movimento contra os cortes da educação, por entender que no ato estavam apenas “comunistas”. Na opinião do parlamentar, os acadêmicos estão sendo motivados por lideranças partidárias do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). “Eu acredito que tem gente desses partidos no meio dessas manifestações. Eles falaram o que eu havia dito lá na Câmara, no caminhão que eles utilizaram para os pronunciamentos”, enfatizou.

Para finalizar, o militar disse que os estudantes da Ufac podem ficar tranquilos com relação ao seu discurso, pois não é contrário aos acadêmicos, mas a favor dos que realmente estudam. “Eu tenho tudo gravado e posso provar que não disse isso. Se eles vão entrar com processo, eu estou aqui esperando”, concluiu.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também