Rio Branco, Acre,





Idosa de 102 anos é suspeita de matar vizinha de quarto em casa de repouso


Necropsia apontou 'morte por asfixia por estrangulamento e golpe na cabeça'. Avaliação psiquiátrica deve avaliar se suposta autora do crime pode responder por seus atos

G1

Uma investigação foi aberta após o assassinato, no sábado (18), de uma nonagenária em uma casa de repouso no norte da França e sua colega de quarto de 102 anos, suspeita de tê-la matado, foi hospitalizada numa clínica psiquiátrica, segundo autoridades.

A vítima, uma residente de 92 anos, foi encontrada no sábado, pouco depois da meia-noite, na cama, de rosto inchado, por uma funcionária do estabelecimento, localizado em Chézy-sur-Marne, a 100 km de Paris.

Casa de repouso onde ocorreu a morte de uma idosa, possivelmente cometida por outra hóspede do local, em Chézy-sur-Marne, na França — Foto: Reprodução/Google Street View

Casa de repouso onde ocorreu a morte de uma idosa, possivelmente cometida por outra hóspede do local, em Chézy-sur-Marne/Foto: Reprodução

A necropsia concluiu que houve “uma morte por asfixia por estrangulamento e golpe na cabeça”, disse o procurador de Soissons, Frederic Trinh.

“A ocupante do quarto ao lado, (…) de 102 anos, manifestou-se, em grande estado de agitação, afirmando ‘ter matado alguém'”, acrescentou.

Transferida para um centro hospitalar por causa de “seu estado de confusão e agitação”, a centenária “foi, após exame por um especialista, admitida em uma clínica psiquiátrica”.

Ela ainda não foi ouvida pelos investigadores, disse Trinh à AFP.

Uma avaliação psiquiátrica deve ser realizada “para determinar se esta senhora é imputável judicialmente”, disse ele.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também