Rio Branco, Acre,





É #FAKE que Bolsonaro obrigou inscrição do CPF em apostas da Mega-Sena


Por O Globo

Texto afirma que medida combate a corrupção e, por isso, os ‘sortudos milionários’ sumiram. Um único vencedor arrematou o maior prêmio da história.

Circula pelas redes sociais um texto que diz que o presidente Jair Bolsonaro determinou a inclusão do CPF nas apostas da Mega-Sena. O objetivo da medida, segundo as mensagens, é o combate à corrupção nas apostas. A mensagem é #FAKE.

Não há nenhuma portaria, decreto ou orientação da Presidência nesse sentido.

O número do documento não é exigido no momento da aposta. Em nota, a Caixa Econômica Federal confirma que não houve qualquer mudança nos processos para as apostas da Mega-Sena — como a obrigatoriedade do CPF.

“A Caixa esclarece que não há alteração na sistemática dos jogos das loterias federais. O banco informa ainda que cumpre integralmente a legislação”, informa, em nota.

O banco garante, ainda, que o processo de sorteio é “integralmente auditado” e que é impossível interferir no resultado.

“O equipamento utilizado no sorteio possui pás que promovem o contínuo e ritmado embaralhamento das bolas numeradas, composto de acrílico, material que impede qualquer possibilidade de interferência eletromagnética no sorteio. Pela Lei das Probabilidades, todos os números possuem a mesma probabilidade de serem sorteados em todos os sorteios, o que torna possível que qualquer pessoa, em qualquer lugar do Brasil, possa ser contemplada em qualquer modalidade de loteria de prognósticos numéricos, dependendo apenas da combinação de dezenas apostadas e do fator sorte do apostador,” explica a instituição.

A mensagem falsa circula em diferentes versões e não cita fontes. A mais popular é “Bolsonaro coloca CPF obrigatório na Mega Sena para acabar com a lavagem de dinheiro”, e parece ter surgido como um movimento nas redes que pede a adoção da medida ao presidente. A falta da vírgula, porém, gerou outra interpretação, além de novas publicações comemorando a novidade, que não aconteceu.

No último sábado, uma única aposta levou o prêmio de R$ 289,4 milhões, acumulado ao longo de 14 rodadas. O vencedor, de Pernambuco, fez a aposta mais simples possível, pela internet, no valor de R$3,50.

O concurso 2.150 bateu o recorde de acúmulos do sorteio da Mega-Sena. Até então, o maior número de sorteios sem vencedores era de 12 rodadas, o que ocorreu em três ocasiões: 2002, 2004 e 2006.

Este é também o maior prêmio da história do concurso em valores absolutos, sem correção da inflação, com exceção das Megas da Virada de 2017 (R$ 306,7 milhões) e 2018 (R$ 302,5 milhões).

É #FAKE que Bolsonaro obrigou inscrição do CPF em apostas da Mega-Sena — Foto: G1

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também