Rio Branco, Acre,





Diretor diz que Iapen gasta quase R$ 5 milhões com alimentação de detentos no Acre


O gestor destaca que a decisão da juíza visa garantir privilégios aos detentos e não direitos previstos em Lei

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O diretor-presidente do Instituto Penitenciário do Estado do Acre (Iapen), Lucas Gomes, usou sua página no Facebook na sexta-feira (24) para fazer duras a uma decisão da juíza da vara de Execuções Penais, Luana Campos, que liberou a entrada de alimentos nos presídios estaduais em período de visitas íntimas. Horas depois, o gestor retirou a postagem das redes sociais.

Lucas destacou que o Acre gasta uma fortuna com alimentação nos presídio estaduais. “São gastos mais de R$ 4,5 milhões mensais com alimentação aos apenados”, enfatizou.

Diretor do Iapen/Foto: Reprodução

O gestor que também já exerceu a função de agente penitenciário, destacou que o excesso de regalias aos presos, gera uma espécie de “laboratório do crime”. “Foi o excesso de regalias que tornou os presídios atrativos. Por vezes, grandes escritórios do crime organizado fomentados com recursos públicos. E isso vai acabar”, declarou Gomes.

O diretor destaca que a decisão da juíza visa garantir privilégios aos detentos e não direitos previstos em Lei. “Quando se fala em garantir lanches diversos, em dias de visita íntima, quando o Estado já oferece alimentação, ou quando se garante acesso a cigarros, estão se garantindo privilégios, e não direitos’, ressaltou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também