Rio Branco, Acre,





Celio Gadelha e Clésio Moreira não serão candidatos pelo partido, diz presidente do PSDB


"O partido não vai fazer chapa para eleger um parlamentar que não tem compromisso com o partido"

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O presidente do Partido Social Democrático Brasileiro (PSDB), Manoel Correia, declarou em entrevista ao ContilNet que a direção do partido tomou uma importante decisão. Os dois vereadores tucanos eleitos em 2016, não serão candidatos pelo partido à reeleição em 2020.

“O partido não vai fazer chapa para eleger um parlamentar que não tem compromisso com o partido”, diz presidente/Foto: reprodução

Segundo Correinha, as duas cadeiras conquistadas pelo ninho tucano não pertencem de fato ao partido. “O PSDB não tem vereadores atuantes e comprometidos com o partido”, declarou.

O presidente da executiva estadual disse ainda que o partido já abriu um processo de convite aos vereadores Célio Gadelha e Clésio Moreira para largarem a agremiação do PSDB. “Ambos não terão legenda no partido, isso nós não vamos discutir e nem fazer cavalo de batalha”, enfatizou.

Correinha, que atualmente responde pela Fundação Elias Mansour, disse que o PSDB não pode se prejudicar ao ponto de querer construir uma chapa proporcional para ter dois vereadores. No caso, o partido não vai fazer chapa para eleger um parlamentar que não tem compromisso com o partido. Vamos fazer uma chapa com lideranças que tenham comprometimento com nosso projeto “, explicou.

Questionado quantos aos motivos que levaram a decisão, Coreia indagou dizendo que ambos, não fizeram nada em seus mandatos. “Eles não têm vida orgânica, não tem vida partidária, é um vento, é um vácuo no partido”, concluiu o presidente.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também