Rio Branco, Acre,





“Caveirão” do Bope vai às ruas do Calafate para combater a violência e impor a ordemd


Além da manutenção do reforço do policiamento, foram realizadas ações de mapeamento da área usada como rota de criminosos

ASCOM

Em continuidade às ações estratégicas de combate ao crime e redução de índices de violência em pontos estratégicos da cidade, a Segurança Pública através da nova gestão da Polícia Militar, delegou ao Batalhão de Operações Especiais (Bope), a realização de novas incursões na região do Calafate neste final de semana.

Rondas e revistas foram realizadas pelas ruas. /Foto: Ascom

As atividades começaram ainda na madrugada de sexta-feira (10), e teve o empenho de todo o efetivo do Batalhão de Operações Especiais (COE, GIRO, ROTAM, CHOQUE e CANIL). O veículo blindado titulado “Caveirão” também foi colocado nas ruas à disposição do reforço das atividades mais ostensivas.

Além da manutenção do reforço do policiamento, foram realizadas ações para o mapeamento da área usada como rota de criminosos, ação saturação e presença com a integração da comunidade, além de atividades mais repressivas com o uso abordagens e revistas com ênfase a pedestres e motociclistas.

“Caveirão”, veículo blindado do Bope nas ruas do Calafate./Foto: Ascom

A ocupação das equipes especializadas com atividades extraordinárias permanece. Neste sábado (11), já somam 18 dias com ações ininterruptas dia e noite, sem registros de violência na região. A intenção é permanecer até que se estabeleça a ordem e se resgate sensação de tranquilidade aos moradores do Calafate.

“Os resultados alcançados nos primeiros 4 meses do ano com reduções nos crimes contra a vida foram significativos, mas precisamos avançar mais. Tem que ficar muito claro que o Calafate é uma região sob domínio e controle do Estado. Essa presença atuante do Batalhão de Operações Especiais é justamente pra isso, para que o crime e quem mora na dentro, entenda que nós somos a lei. Com as ações que vem sendo desenvolvidas nos últimos 18 dias os números de violência caíram muito e nosso objetivo é continuar reduzindo”, disse o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Ezequiel Bino.

Ronda em áreas consideradas rotas de fuga dos criminosos./Foto: Ascom

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também