Rio Branco, Acre,





Acusados homicídio na zona rural de Sena são condenados, juntos, a mais de 120 anos de prisão


O crime ocorreu em julho de 2017

SENA ONLINE

Em julgamento realizado nesta sexta-feira (24), na comarca do Fórum Desembargador Vieira Ferreira, em Sena Madureira, três acusados de um assassinato ocorrido na invasão da Xiburema, foram condenados. Somadas, todas as penas ultrapassam os 120 anos de prisão sendo esta, portanto, uma das maiores condenações já registrada no Tribunal do Júri de Sena.

Eliakim da Silva Teixeira foi condenado a 46 anos, 01 mês e 20 dias; João Manoel Nogueira da Silva pegou 45 anos, 8 meses e 14 dias de prisão e Denilson Alves Flores foi condenado a 41 anos, 7 meses e 20 dias.

Saiba mais: Bandidos armados invadem residência, matam homem e ferem mulher em Sena

Os três sentaram no banco dos réus acusados de assassinato, corrupção de menor e de integrar facção criminosa. O julgamento foi presidido pelo juiz da vara criminal de Sena, Dr. Fábio Farias, com atuação firme do Ministério Público.

Crime ocorreu em 2017/Foto: reprodução

De acordo com os autos do processo, o crime em questão ocorreu no dia 24 de julho de 2017, no Bairro Eugênio Areal (Invasão), tendo como vítima Rosemar de Jesus Amorim. O mesmo foi atingido por disparos de arma de fogo.

Outro agravante foi o fato de que os acusados atiraram em direção a uma residência habitada por várias pessoas, configurando o chamado perigo comum.

Neste mês de maio, a justiça de Sena Madureira já realizou três julgamentos e em todos eles os réus foram condenados, demonstrando que a sociedade não compactua com o crime.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também