Rio Branco, Acre,





Senador Márcio Bittar critica o STF por decisão de censurar revista e site de notícias


“O Supremo Tribunal Federal é o guardião da Carta Magna e não pode se arrogar ao direito de feri-la para defender um dos seus ministros”, afirmou o parlamentar

TIÃO MAIA, DO CONTILNET

A decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes de censurar publicações da revista Crusoé e do site “O Antagonista”, por trazerem reportagens em que o presidente da Corte, Dias Tofolli, era citado como receptor de propina da Construtora Norberto Odebrect, foi duramente criticada pelo senador Márcio Bittar (MDB-AC). Outros senadores também se manifestaram, mas foi o posicionamento de Bittar que mais repercutiu na imprensa nacional na noite desta segunda-feira (15).

Márcio Bittar/Foto: Reprodução

Disse o senador pelo Acre: “Repudio e lamento profundamente a censura imposta à revista Crusoé e ao site O Antagonista. Considero abjeta a atitude de cercear a livre expressão de um veículo de comunicação. A Constituição protege a liberdade de expressão e o exercício do jornalismo, e assim deve ser. O Supremo Tribunal Federal é o guardião da Carta Magna e não pode se arrogar ao direito de feri-la para defender um dos seus ministros.

O momento político é de gravidade máxima e as instituições não podem ser irresponsáveis com o País promovendo anomias. A revista publicou reportagem baseada em documentos e fatos. O que se viu foi ato arbitrário de um poder máximo querendo calar a imprensa livre.”

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também