Rio Branco, Acre,





Procissão do Cristo Morto deve reunir milhares de fiéis pelas ruas de Rio Branco


Na sexta-feira da Paixão, a celebração acontece às 15 horas, simultaneamente nas paróquias

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

A procissão do Cristo Morto, que é o ponto alto da programação da Igreja Católica na Semana Santa, acontece nesta sexta-feira da Paixão, 19, a partir das 17 horas, como em todos os anos, quando as paróquias reúnem suas comunidades e seguem a pé aos pontos de encontro, que formam a grande peregrinação até a Esplanada do Palácio Rio Branco, onde é realizada a encenação da Paixão de Cristo.

procissaocristomorto

Procissão de Cristo Morto deve reunir milhares de fiéis/Foto: ContilNet

Nesta quinta-feira, 18, acontece a celebração da ceia do Senhor e a tradicional missa de Lava-pés, às 19 horas. “É uma celebração bonita da instituição da eucaristia e também do sacerdócio ministerial, acontece com a rito do lava-pés quando Jesus lavou os pés de seus discípulos. Todos os sacerdotes repetirão o gesto que significa o serviço que Jesus veio para servir e não para ser servido.”, explicou padre Jairo Coelho, da Diocese de Rio Branco.

Na sexta-feira da Paixão, a celebração acontece às 15 horas, simultaneamente nas paróquias, pois é a hora da morte de Jesus e ao término os participantes seguem para a procissão que é o momento em que se associam à dor e ao sofrimento de Cristo na cruz, explica o padre.

No sábado (20) acontece a Vigília Pascal em toda as paróquias e na Catedral Nossa Senhora de Nazaré, ás 19 horas. “É a mãe de todas as vigílias, uma celebração mais longa, mais demorada,  mas é bonita que fala sobre a história da salvação. Uma memória de toda a história desde a criação do mundo até a Paixão, morte e ressurreição de Cristo.”, comentou

No domingo (21) é realizado o Alvorecer da Ressurreição, que tradicionalmente era realizado na Concha Acústica, mas este ano, dadas as precárias condições do local, será realizada na Esplanada do Palácio Rio Branco, às 4 horas da manhã

“É uma grande festa onde celebramos a ressurreição de Cristo. Está é a motivação: Cristo ressuscitou, Ele venceu a morte e, unidos a Ele, todos nós somos mais que vencedores.”, finalizou o padre.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também