Rio Branco, Acre,





Primeiro caso de gripe influenza H1N1 é confirmado em Cruzeiro do Sul


Campanha de vacinação iniciou nesta quarta-feira (10) entre grupo prioritário. Oito pessoas procuraram as unidades de saúde com sintomas da doença

CARINA MENEZES, DO CONTILNET

O primeiro caso de gripe influenza H1N1 foi confirmado em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, no final da tarde desta quarta-feira (10), pela Secretaria Municipal de Saúde.

A paciente diagnosticada com a doença, uma jovem de 22 anos, procurou uma unidade de saúde no dia 25 de fevereiro reclamando de febre alta, fortes dores no corpo e de dificuldades para respirar. A secretaria coletou o material para exame e o resultado só foi entregue nesta quarta.

Jovem de 22 anos foi diagnosticada com a doença. Outros cinco casos estão sob investigação/Foto: Reprodução

Cerca de oito pacientes deram entrada nas unidades de saúde de Cruzeiro do Sul, no período de janeiro ao início de abril deste ano, com sintomas da influenza H1N1. Desses, dois casos que estavam sendo investigados foram descartados e outros cinco que ainda estão sob suspeita seguem sendo analisados.

A secretária de Saúde de Cruzeiro do Sul informou que a paciente com diagnóstico positivo contraiu o vírus no próprio município. O resultado dos cinco exames que estão sendo investigados deve ser concluído nos próximos dias.

Campanha de Vacinação

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou a campanha de vacinação contra a gripe influenza nesta quarta-feira (10). A meta é imunizar mais de 22 mil pessoas durante a campanha. A população deve se dirigir aos postos médicos para receber doses da vacina trivalente até o dia 31 de maio.

No primeiro dia de vacinação as equipes de saúde foram às creches para vacinar as crianças e educadores e ao Hospital do Juruá para imunizar todos os servidores, que fazem parte dos grupos prioritários que devem receber a dose da vacina.

Inicialmente a campanha será direcionada a um público alvo. Gestantes, mulheres com até 45 dias após parto, crianças de seis meses a seis anos, idosos, professores das redes públicas e privadas, internos do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas, fazem parte do grupo de recomendação para a vacinação contra a gripe.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também