Rio Branco, Acre,





Prefeitos do Juruá articulam Consórcio para acesso direto de recursos federais


Para Isaac Pianko prefeito de Marechal Thaumaturgo o Consórcio é uma oportunidade de desenvolvimento econômico

ASCOM

Aproveitando a Marcha dos Prefeitos, em Brasília, o prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro, conversou com os outros gestores da região para articular um Consórcio Regional. O grupo de oito municípios da Bacia do Juruá, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Feijó, Tarauacá, Porto Walter, Jordão e Rodrigues Alves poderá reivindicar recursos nacionais e internacionais diretos, sem passar pelo Estado, para o desenvolvimento regional. Na realidade, a ideia é utilizar um Consórcio criado, em 2013, na região do Tarauacá-Envira que receberá a adesão dos outros cinco municípios da bacia do Juruá.

O Consórcio do Vale do Juruá representará metade de todo o território acreano, 90% das comunidades indígenas e alguns dos pontos turísticos mais atrativos do Estado. A ideia é conseguir recursos que serão aplicados em projetos de produção agrícola, energia, turismo, estradas e outras atividades de interesse para o desenvolvimento comum de todos os municípios participantes. Seis dos oito prefeitos da Bacia do Juruá já aderiram à proposta, faltando alinhavar com os outros dois. O senador Márcio Bittar (MDB) e o deputado federal Jesus Sérgio (PDT) se comprometeram em ajudar na articulação política e operacional do Consórcio.

/Foto: Ascom

A elaboração e a gestão dos projetos terá a parceria técnica do Instituto de Pesquisas da Amazônia (IPAM). Além do acesso aos recursos federais também serão apresentadas propostas para organismos internacionais que poderão patrocinar as iniciativas do Consórcio.

“Queremos um Consórcio com mais ganho de estrutura para unirmos as forças. Acredito ser possível, com os oito municípios, estarmos mais fortes para captarmos recursos estaduais, federais e internacionais. Teremos no IPAM um braço forte para desenvolvermos os projetos e isso irá trazer benefício para todos os municípios. Além do apoio parlamentar do Márcio Bittar e do Jesus Sérgio que poderão facilitar a vinda de emendas de bancada e individuais,” disse Ilderlei.

/Foto: Ascom

O deputado Jesus Sérgio que foi um dos articuladores do Consórcio original quando era vereador de Tarauacá se mostrou entusiasmado com a adesão dos demais municípios do Juruá.

“A intenção da criação inicial era para resolver o problema do lixo de Tarauacá, Feijó e Jordão. Mas de lá pra cá não andou nada. Mas quando conversei com o prefeito Ilderlei vi a possibilidade de se atualizar e ampliar a função desse Consórcio. É importante porque todos os municípios unidos ficarão mais fortes e terão como arrecadar mais recursos,” afirmou o deputado.

Para Isaac Pianko prefeito de Marechal Thaumaturgo o Consórcio é uma oportunidade de desenvolvimento econômico para os oito municípios do Vale do Juruá.

“ A iniciativa será importante para fortalecermos os municípios de difícil acesso como Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão. Passamos por dificuldades de investimentos econômicos e essa é uma oportunidade para as nossas populações se integrarem ao resto do país. O Consórcio trará mais investimentos e um eficiente acompanhamento técnico com a parceria do IPAM,” falou o prefeito.

A integração econômica das comunidades

Paulo Moutinho, pesquisador sênior do IPAM, avaliou os benefícios do Consórcio para o Juruá.

“Qualquer sonho de desenvolvimento sustentável com prosperidade econômica na Amazônia passa pela união dos municípios. E a maneira disso acontecer de maneira objetiva é constituindo consórcios. Porque agregam municípios que tenham uma realidade similar para alavancar esse tipo de desenvolvimento. O papel do IPAM será avaliar cientificamente os modelos que possam gerar esse sonho de prosperidade econômica, justiça social e integridade ambiental. O Juruá tem todas as condições de ser um modelo para o resto da Amazônia garantindo ações eficientes para as comunidades,” salientou.

O diretor de Politicas de Desenvolvimento Regional do IPAM, Eugenio Pantoja, também comentou a iniciativa das prefeituras do Juruá.

“O mais importante é a iniciativa dos prefeitos do Juruá de estabelecerem uma estratégia de desenvolvimento do Juruá através de uma economia verde que faça a inclusão das comunidades. A concepção do Consórcio vai ajudar a estrutura de governança dos municípios com um acompanhamento técnico para fazer o gerenciamento e a captação. Será uma grande oportunidade para se estabelecer um grande programa econômico sustentável para o Juruá,” destacou Pantoja.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também