Rio Branco, Acre,





Por falta de quórum, deputados não aprovam requerimento da CPI da Energia Elétrica


O vice-presidente da casa, disse que os parlamentares querem descaracterizar a abertura do CPI

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Na tarde desta terça-feira (16) alguns dos deputados estaduais estavam reunidos no plenário da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na expectativa de ser lido o requerimento que dava abertura à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), proposta pelo deputado Jenilson Leite (PCdoB).

Aprovação da CPI da Energia Elétrica é suspensa por falta de quorum/Foto: ContilNet

A sessão que durou mais de quatro horas, teve inúmeros capítulos, típicos de um roteiro de novela. Em seus discursos, os parlamentares, em meio aos representantes dos movimentos sociais, acreditavam que a CPI iria finalmente ser aberta. No entanto, a situação começou a ficar desfavorável quando o deputado Luiz Tchê (PDT) retirou sua assinatura do pedido de CPI.

Após o término da sessão, os parlamentares se reuniram no plenário para discutir o assunto. Em seguida, fizeram a leitura do requerimento, porém, para aprovação era necessário o quórum de 13 deputados e só havia 12.

O vice-presidente da Casa disse que os parlamentares querem descaracterizar a abertura da CPI. No entanto, ele garantiu que o requerimento foi protocolado na Assembleia. “Não vamos abrir mão dessa CPI, amanhã estaremos aqui para que isso seja aprovado”, declarou Jenilson.

Após a leitura do requerimento, os parlamentares terão um prazo de 48 horas para instaurar a CPI e mais 24 horas para escolher os membros que irão comandar o processo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também