Rio Branco, Acre,





Mulher denuncia superlotação, falta de medicação e de profissionais de saúde em Plácido de Castro


Anaris contou que o único hospital de Plácido, José Marinho Monte, não atende pacientes com virose, os atendimentos na unidade são voltados apenas para as pessoas em estado de emergência

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

A dona de casa Anaria José Ferreira, 41 anos, denunciou na tarde desta segunda-feira (15) ao ContilNet, que o município de Plácido de Castro, administrado pelo prefeito Gedeon Barros (PSDB), vem passado por uma grande epidemia de virose.

De acordo com Anaria, ela juntamente com duas filhas, uma com menos de 2 anos, estão doentes há mais de uma semana e sem receber atendimentos médicos devido na região os hospitais não disponibilizarem profissionais suficientes para atender a grande demanda.

A dona de casa disse que Plácido de Castro vem passado por uma grande epidemia de virose/Foto: Cedida

Segundo a denunciante, o único hospital do município, José Marinho Monte, não atende pacientes com virose. Os atendimentos na unidade são voltados às pessoas em estado de emergência. “Eles não atendem pessoas com diarreia, ou seja, precisamos ir até os postos de saúde”, destacou.

No entanto, a dona de casa contou que a situação ainda é mais complicada nas unidades de saúde, pois no local, além de não haver médicos suficientes, as fichas de atendimento diário também são limitadas ao povo.

“A gente espera uma semana para ter atendimentos e quando tem, são apenas 11 fichas disponíveis para uma população de 19 mil habitantes”, enfatizou, dizendo que os atendimentos são feitos três vezes por semana.

Além de todos os problemas relatados pela denunciante, os postos não têm medicação para atender os populares enfermos, além de ter superlotação nos hospitais.

“Não tem médico, não tem atendimento aqui para tanta gente doente que estão jogadas nos hospitais daqui. Para fazermos exames temos que esperar três meses, ou fazer em clinicas particulares”, salientou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também