Rio Branco, Acre,





MP abre investigação para apurar supostas irregularidades nos serviços prestados pela Energisa


Alessandra Marques convocou os representantes da empresa no Acre para uma reunião que deve acontecer na próxima semana

EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O Ministério Público do Acre (MPAC), por meio da promotora de Direito e Defesa do Consumidor, Alessandra Marques, abriu investigação nesta quinta-feira (18) para apurar supostas irregularidades no serviço prestado pela concessionária Energisa no estado.

A ação tem como objetivo avaliar a cobrança dos consumidores pelo tempo em que o aumento na tarifa ficou suspenso por decisão judicial, entre dezembro e janeiro deste ano, em um reajuste de 18%.

Marques convocou os representantes da empresa no Acre para uma reunião que deve acontecer na próxima semana.

Além do foco principal da investigação, o MPAC deve apurar possíveis irregularidades na cobrança, por bandeira tarifária, nos municípios acreanos que não estão interligados ao Sistema Nacional de Energia, e sugerir melhorias na distribuição.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também