Rio Branco, Acre,





Governo organiza comitiva de produtores para conhecer terras agriculturáveis do Acre


A agenda de visitas iniciará no dia 6 de maio por fazendas da região da BR 317 nos municípios de Senador Guiomard, Capixaba e Epitaciolândia

ASCOM

Levantamento prévio aponta que o Acre teria disponíveis entre oito e nove mil hectares de terras produtivas para arrendamento na região da BR 317, que poderão ser usadas por investidores de outros estados para plantios de milho ou soja. Uma visita de prospecção de áreas agriculturáveis do Acre está programada para os dias 6 e 7 de maio, organizada pela Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa). No grupo está prevista a participação de cerca de 15 empresários de Rondônia, Paraná e São Paulo. Sete deles já confirmaram.

A agenda de visitas iniciará no dia 6 de maio por fazendas da região da BR 317 nos municípios de Senador Guiomard, Capixaba e Epitaciolândia. No dia 7 está programada uma reunião fechada entre os empresários com o governador Gladson Cameli e em seguida uma saída para fazendas da região da BR 317 em direção a Boca do Acre (AM) e visita ao silo graneleiro.

/Foto: Ascom

O trabalho iniciado pela Sepa pretende provocar investidores nacionais a produzirem no Acre. Esta é a segunda comitiva de produtores formada por grupo de empresários do setor desde o início deste ano. “O papel do governo é o de mediar esse encontro e promover as negociações. Em seguida, os produtores locais estabelecem os seus critérios”, explica o chefe da Divisão de Agronegócio, Alexandre Fernandes.

O governo do Acre envolve no projeto a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) e o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) como forma de sensibilizar os órgãos ambientais para a necessidade de flexibilização das leis ambientais. A Sepa também tenta envolver o Incra para fazer a regularização fundiária das áreas para que os produtores possam acessar linhas de crédito. Discussões com a Fazenda estadual estão sendo realizadas para chegar a um acordo sobre os benefícios fiscais que estes empresários

Após arrendar a propriedade, os produtores locais podem aprender as técnicas mais modernas de cultivo e depois da finalização do período de arrendamento poderão usá-las e melhorar sua produção. “É natural que aconteça. Estamos trabalhando para capacitar principalmente a cadeia do leite local”, diz Fernandes.

Rondônia Rural Show e Expoacre

A troca de experiências, o conhecimento e as potencialidades do Acre e de Rondônia na área de produção e agronegócio serão apresentadas nos eventos de maior visibilidade dos dois estados. O Acre terá um estande na Rondônia Rural Show, a ser realizada entre os dias 22 e 25 de maio em Ji-Paraná (RO), como também Rondônia terá um estande na Expoacre, que será realizada de 27 de julho a 4 de agosto.

As vitrines de eventos como o Rondônia Rural Show e Expoacre servirão como forma de impulsionar as iniciativas da área de produção e agronegócio dos dois estados. “A intenção de estar na feira em Rondônia é apresentar o estado e dizer a esse investidor que ele terá essa segurança para produzir grãos aqui, sem esse gargalo das leis ambientais que foi limitante durante tanto tempo”, finaliza Alexandre Fernandes.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também