Rio Branco, Acre,





Acabou a novela: Assembleia Legislativa aprova investigação sobre energia elétrica


Bancada do governo apresenta outros cinco pedidos para tentar barrar proposta, mas oposição prevalece

TIÃO MAIA, DO CONTILNET

A polêmica Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), apresentada pela oposição na Assembleia Legislativa. em sessão nesta quarta-feira (17), foi aprovada por 13 votos. A proposta, apresentada pelo deputado Jenilson Leite (PCdoB), foi lida em plenária apesar da apresentação de outros seis pedidos de CPIs na tentativa de inviabilizar a investigação sobre a energia.

Sessão chegou a ser suspensa antes da aprovação/Foto: Juan Diaz

De acordo com o regimento interno da Aleac, os deputados só podem instalar no máximo três CPIs para trabalhar simultaneamente. Foram apresentados pedidos para investigar o Departamento de Pavimentação e Saneamento ( Depasa), os empréstimos consignados, problemas no Hospital de Urgência de Rio Branco (Huerb), problemas no Detran e ainda no Pró-Saúde.

A aprovação da CPI foi uma decisão do presidente da Casa, o deputado Nicolau Junior (Progressistas) e foi tomada à partir do anúncio do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) e aliado Jenilson Leite, de que iriam à justiça para que fosse respeitada a ordem de apresentação dos pedidos. É que a bancada do governo queria registrar o protocolo da CPI da Energia com data de hoje, junto com as demais.

A sessão prossegue com Edvaldo Magalhães anunciando que a CPI deve ser montada na semana que vem. Os deputados devem estudar os demais pedidos ainda na sessão desta quarta.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também