Rio Branco, Acre,





Jesus Sérgio pede tratamento especial da Previdência Social em municípios isolados


Deputado mostra que nessas regiões doentes viajam de barcos por até cinco dias para realizar perícias com médicos onde há o atendimento e às vezes consomem todo os recursos dos benefícios pleiteados.

TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

Já está tramitando em Brasília requerimento de autoria do deputado federal Jesus Sérgio (PDT/AC), protocolado na última sexta-feira (8), endereçado ao Secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, reivindicando um calendário específico para atendimentos da Previdência Social nos quatros municípios isolados do Acre: Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Santa Rosa do Purus. A ligação desses municípios com outras cidades se dá apenas por via fluvial e/ou aérea.

Deputado jesus Sérgio faz requerimento na Câmara em defesa de comunidades isoladas do interior do Acre/Foto: Reprodução

De acordo com o requerimento, pelo menos a cada dois meses, a Previdência Social deverá realizar atendimento, de pelo menos três dias, com médicos para realização de perícias. O deputado também reforçou o pedido para que haja mais diálogo entre a Secretária da Previdência e a Gerência Executiva do órgão no Acre, para que possam realizar um trabalho conjunto e identificar soluções para minimizar o sofrimento da população daquelas localidades.

“As dificuldades de acesso dos moradores destas cidades aos grandes centros urbanos dificultam muito que a população tenha garantido os seus direitos como contribuintes da Previdência Social. Por isso, considero justa e necessária uma atenção especial da Previdência a essas quatro cidades do Acre”, disse Jesus Sérgio.

O deputado disse ainda que pessoas idosas e doentes chegam a se deslocar por até cinco dias de barco de suas comunidades em busca de assistência do órgão. Têm que viajar por mais 50 quilômetros até o município vizinho mais próximo para realizarem as perícias. Os custos com os deslocamentos e a espera na cidade para atendimento, por vezes, acaba consumindo todo o recurso do benefício a que veio pleitear. Precisamos amenizar o sofrimento dos que residem nessas cidades”, disse o deputado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também