Rio Branco, Acre,





Ação positiva entre Justiça e Seinfra utiliza apenados em limpeza pública


O trabalha de capina e limpeza está sendo realizado na AC-40, trecho que compreende da corrente até a Vila Acre e áreas de órgãos públicos dessa região

ASCOM

Foto: reprodução

A parceria entre a Secretaria de Infra Estrutura (Seinfra) e a Justiça está possibilitando utilizar a mão de obra de apenados nos serviços de limpeza da AC-40. Os resultados positivos preliminares já impulsionam pra possibilidade de ampliar a ação conjunta, para que beneficie outras áreas de limpeza pública, utilizando um número maior de reeducandos nos serviços.

Nas primeiras avaliações feitas pelas equipes responsáveis pelo monitoramento da ação, foi observado total aproveitamento no que refere ao fator social em utilizar mão de obra ociosa, terapia ocupacional do sentir-se útil e o fator motivacional referente a remição de um dia de pena pra cada três trabalhados.

O trabalha de capina e limpeza está sendo realizado na AC-40, trecho que compreende da corrente até a Vila Acre e áreas de órgãos públicos dessa região. Os 20 apenados envolvidos na ação são considerados de bom comportamento e se inscreveram voluntariamente para o serviço.

As atividades devidamente acompanhadas por agentes penitenciários, transcorrem dentro da normalidade, com o acompanhamento de órgãos envolvidos. Como estão sendo realizadas em dias de chuvas intensas, tem sido comum o recolhimento dos trabalhadores e posterior retomada das atividades com o cessar das águas.

O secretário Tiago Caetano destacou ser motivador uma ação em que, como agente público, dá sua contribuição pra um fator social de peso, como a reintegração e observar indivíduos na condição de apenados, totalmente motivados pelo trabalho e pela possibilidade de uma vida digna.

“Estamos otimistas com a ação, vamos centrar esforços para manter a parceria com a Justiça e o Iapen, para que possamos beneficiar outras localidades de relevância para o público, como por exemplo a Arena da Floresta e Parque da Maternidade”, frisou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também