Rio Branco, Acre,





Prefeito foge da Venezuela pela mata e denuncia 25 mortes


Vítimas teriam sido atingidas em confronto com a Guarda Nacional Bolivariana nos últimos dois dias; ONG venezuela e enfermeiro confirmam apenas quatro mortes

O GLOBO

O político opositor venezuelano  Emilio González, prefeito do município de Gran Sabana, cuja capital é Santa Elena  de Uairén  — a 15 quilômetros da fronteira com Brasil  — denunciou no início da noite deste domingo que os corpos de 25 pessoas mortas em confronto com militares e milícias pró-governo da Venezuela foram recolhidos na região administrativa gerida por ele. O prefeito González fugiu com sua comitiva para  o Brasil depois que civis de sua cidade  foram atacados pelos militares leais a Nicolás Maduro.

O prefeito de Gran Sabana, Emilio González, conversa com jornalistas após fugir da Venezuela Foto: BRUNO KELLY / REUTERS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também