Rio Branco, Acre,





Porta-voz do governo diz que Gladson está disposto a rever nomeações após decisão do MP


"Se houver, de fato, impedimento legal, com trânsito em julgado da condenação, o governo está disposto a rever", esclareceu Wenceslau

TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

O governador Gladson Cameli (PP) deve acatar a decisão do Ministério Público do Estado, caso haja irregularidades em relação às nomeações de Alércio Dias, James Gomes e Vagner Sales, é o que disse o porta-voz do governo, Rogério Wenceslau, nesta terça-feira (26).

A promotora de Justiça Mirna Mendonza, responsável pela parte de Defesa do Patrimônio Público, voltou a exigir que o governador exonere, dentro de dez dias – sob pena de sofrer ações civis por improbidade -, o diretor do Acreprevidência, Alércio Dias, e os assessores especiais James Gomes e Vagner Sales, ex-prefeitos, também condenados por improbidades.

Rogério Wencerlau/Foto: Reprodução

“Se houver, de fato, impedimento legal, com trânsito em julgado da condenação, o governo está disposto a rever”, esclareceu Wenceslau.

Dias e os demais envolvidos, entretanto, insistem em dizer que as respectivas condenações não transitaram em julgado.

SAIBA MAIS: 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também