Rio Branco, Acre,





“Foi politicagem”, diz Gladson sobre roubo de equipamentos do sistema de informação


Até então, o governador não havia se pronunciado pessoalmente sobre o fato que deixou o estado praticamente parado

LAMLID NOBRE, DO CONTILNET

Ao informar que o governo apresentará seu Plano Emergencial de Trabalho para os 100 primeiros dias, até o próximo dia 15, o governador Gladson Cameli (Progressistas) foi enfático ao dizer que o sumiço de equipamentos do sistema de informação do estado, semana passada, foi fruto de politicagem.

Até então, o governador não havia se pronunciado pessoalmente sobre o fato que deixou o estado praticamente parado, após terem desaparecido da Secretaria de Estado de Ciências e Tecnologias, sediada no Palácio das Secretarias, computadores, cabos e máquinas do sistema de informação.

Polícia Civil está investigando e que também foi acionada a Polícia Federal/Foto: Secom

“Quero comunicar que foi uma fraude politiqueira. Roubaram o sistema, boicotaram o sistema do estado, por maldade, por politicagem. Mas, não permitirei que isso fique assim”, asseverou o governador, em declaração à imprensa na manhã desta sexta-feira (07).

Gladson Cameli informou ainda que a Polícia Civil está investigando e que também foi acionada a Polícia Federal. O caso foi registrado como roubo. “Os culpados vão responder por isso porque não prejudicaram o governador, mas a sociedade, os funcionários públicos que estão querendo começar a trabalhar.”, acrescentou, garantindo que apesar do prejuízo, continua valendo o prazo de 3 meses para que seu secretariado comece a “mostrar serviço”.

“Vamos apresentar nossas propostas e dizer a que chegamos”, enfatizou Cameli.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também