Rio Branco, Acre,





Diretor da FEM diz que prioridade é revitalizar espaços de cultura


A FEM foi criada pela Lei Complementar Estadual nº 61/1999 e é o órgão gestor da política cultural do Estado do Acre, entidade coordenadora do Sistema Estadual de Cultura

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO ACRE

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, nomeou o pedagogo Manoel Pedro de Oliveira Gomes para a direção da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour, (FEM), na manhã desta segunda-feira, 7. Correinha, como é mais conhecido, é servidor da Fundação há 33 anos.

Manoel Pedro, o ‘Correinha’, quer revitalizar espaços de cultura (Foto: Edson Brunno/Secom)

A FEM foi criada pela Lei Complementar Estadual nº 61/1999 e é o órgão gestor da política cultural do Estado do Acre, entidade coordenadora do Sistema Estadual de Cultura.

“Todo novo governo tem seus desafios, e este governo é assim. O nosso desafio será o de oferecer todas as condições para os fazedores de cultura, buscando parcerias, envolvendo toda a sociedade e dando um olhar especial a esse setor tão importante”, ressalta o novo diretor.

Ele afirma que diversos espaços precisam de reformas urgentes. São museus, bibliotecas, cineteatros, espaços culturais e salas de leituras que necessitam de revitalização, a exemplo do Museu da Borracha e do Memorial dos Autonomistas, reinaugurados recentemente.

“A minha preocupação é com os fazedores de arte, pois temos profissionais da música, da dança, do teatro, das artes plásticas e não temos hoje espaço para esses artistas. Temos para a visitação, mas os espaços para a promoção de cultura precisam ser visitados e avaliados”, explica Correinha.

O novo diretor afirma que vem visitando todos os espaços, avaliando os danos de cada prédio e o que pode ser feito. Destaca que está com seu gabinete provisório na Usina de Artes, João Donato, mas o espaço administrativo estará no prédio da FEM.

Manoel Pedro ‘Correinha’ nasceu em Rio Branco e é formado em pedagogia. Trabalhou como assessor de comunicação na antiga Sanacre, no cargo de coordenador de Planejamento e Administração no governo Flaviano Melo, entre outros cargos. Foi assessor parlamentar e presidente municipal do PPS e, posteriormente, do PSDB.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também