Rio Branco, Acre,





Onyx anuncia estrutura final do governo: Bolsonaro terá 22 ministérios


Ideia inicial da equipe do presidente eleito era diminuir número de pastas para 15

JORNAL O GLOBO

Futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni anunciou na tarde desta segunda-feira a estrutura do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Serão 22 ministérios: 16 na Esplanada, quatro no Palácio do Planalto e outros dois transitórios: Advocacia-Geral da União (AGU) e Banco Central (BC) devem perder status nos próximos meses.

Atualmente, existem 29 ministérios. A ideia inicial da equipe de Bolsonaro era diminuir o total de pastas para 15, mas o número foi aumentando durante a transição. Questionado sobre essa diferença, Onyx afirmou que a decisão foi de Bolsonaro e que ele preferiu manter ministérios que tiveram a permanência questionada, como Turismo, Meio Ambiente e Direitos Humanos, as duas últimas pastas ainda sem titulares definidos.

Bolsonaro/Foto: Reprodução

A expectativa é que os nomes que ainda não foram anunciados sejam divulgados durante essa semana. A previsão da estrutura foi apresentada por Onyx durante entrevista coletiva no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) de Brasília, onde a equipe de transição se reúne.

Na entrevista, Onyx confirmou que o Ministério do Trabalho será desmembrado, e que as áreas de atuação serão divididas para três pastas: Justiça, Economia e Cidadania. A parte de concessão de registros sindicais, que tem gerado ao longo dos anos diversas denúncias de corrupção, ficará nas mãos da pasta da Justiça.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também